Featured Video

Páginas

sábado, 26 de julho de 2014

Assú promove etapa municipal do Programa Atleta na Escola


Nestes dias 24 e 25., quinta e sexta-feira, às 14h, a Prefeitura do Assú, por meio da Secretaria de Educação e Cultura, promove no estádio Edgarzão, a etapa municipal do Programa Atleta na Escola.  O evento, que tem como parceiros a 11ª DIRED e a Secretaria Municipal da Juventude, Esportes, Eventos e Turismo, visa descobrir e revelar novos talentos nos esportes da cidade.

De acordo com a secretária de Educação e Cultura de Assú, Sandra Regina Alves, o programa irá analisar o desempenho de atletas nas modalidades de arremesso de pesos e atletismo. “Vamos observar o empenho e a técnica desses jovens. Com isso, iremos trabalhar essas pessoas e as escolas participantes para se destacarem mais e mais em competições pelo estado”, explicou.

Nos encontros dessa semana, as escolas participantes são: Escola Municipal Professora Nair Fernandes, Escola Municipal Monsenhor Júlio Alves Bezerra, Escola Municipal Professor Antonio Guerra, Escola Estadual Poeta Renato Caldas, Instituto Padre Ibiapina – IPI, Escola Estadual Juscelino Kubitschek, Escola Estadual Marcos Alberto De Sá Leitão, Escola Estadual Ten. Cel. José Correia e Escola Estadual Manoel Pessoa Montenegro.

Atleta na Escola
O Programa Atleta na Escola que tem como objetivo incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos entre estudantes da educação básica, estimular a formação do atleta escolar e identificar e orientar jovens talentos.

O Governo Federal em parceria com os Estados, Distrito Federal, Municípios, Escolas públicas (privadas e federais), Comitê Olímpico e Paraolímpico Brasileiro e as Confederações Brasileiras de Atletismo, Judô e Voleibol, com o intuito de alcançar os objetivos expostos, apresentam o Programa Atleta na Escola 2014 que este ano irá agregar novas modalidades, abaixo apresentadas:

Olímpicas: Judô, Voleibol e Atletismo.  Na modalidade Atletismo acrescentou-se o Arremesso de Peso;

Paraolímpicas: Atletismo Bocha, Futebol de Cinco (deficiência visual), Futebol de Sete (paralisia cerebral), Goalball, Judô, Natação, Tênis de Mesa, Tênis em Cadeira de Rodas e Voleibol Sentado.

SEACOM/ Assessoria de Imprensa - PMA

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Pernambuco e os conflitos socioambientais


Em Pernambuco, o mais mesquinho dos egoísmos é como o governo tem tratado mal a questão ambiental e descuidado da qualidade de vida de sua população, pois não protege a natureza e nem respeita as pessoas. Aqui impera o racismo ambiental.

O crédito público associado às isenções e aos incentivos fiscais e financeiros são armas poderosas que poderiam ser usadas para induzir um novo tipo de comportamento, exigindo integral e verdadeira responsabilidade social das empresas que viessem a se instalar no Estado. Quase a metade do crédito, todo de longo prazo e módicos juros, vem de bancos públicos muitas vezes avalizados pelo governo estadual. Logo, se o governo quisesse, outra forma de desenvolvimento (humano e social) seria possível: bastava induzir boas práticas através de sua força econômica, mudando os incentivos.

Ao invés disso, o governo estadual é o maior promotor de conflitos socioambientais, como nas remoções forçadas dos moradores para as obras da Copa, provocando também degradação ambiental. Merece também destaque a violência praticada pela empresa pública Suape contra os moradores nativos do território abrangido pelo Complexo Industrial Portuário de Suape (CIPS), e o desmatamento local de Mata Atlântica, manguezais e restingas. Somente para citar dois exemplos.

Os primeiros quatro anos de gestão do ex-governador, agora candidato presidencial, foi uma verdadeira catástrofe ambiental, se caracterizando como um governo autoritário, com promessas ilusórias, sem dialogo com os setores da população (quem participou dos seminários do Todos por Pernambuco sabe bem como funcionou), desconsiderando completamente as argumentações daqueles que ousaram apontar as mazelas que estavam ocorrendo em função do crescimento econômico desordenado e predatório, particularmente com relação ao território do CIPS. O autoritarismo aliado à completa falta de dialogo distanciou a gestão estadual dos movimentos sociais.

Foram inúmeras medidas desastrosas adotadas em nome do crescimento econômico, obedecendo a uma mentalidade que tem base na visão ultrapassada do “crescimento a qualquer preço”, ignorando a dimensão sócio-ambiental. O mais lamentável foi o Projeto de Lei Ordinária n1496/2010 (17 de março) enviado pelo executivo a Assembléia Legislativa (Alepe) referente à maior supressão de mata nativa já ocorrida em Pernambuco (e talvez no Nordeste). Inicialmente previa desmatar cerca de 1.076 hectares (equivalentes a 1.000 campos de futebol) de vegetação nativa em áreas de preservação permanente para obras de ampliação do CIPS. Após pressão e indignação popular este montante foi reduzido para 691 ha (508 de mangue, 166 de restinga e 17 de Mata Atlântica).

A aprovação ocorreu mesmo com o parecer contrário da Comissão de Meio Ambiente da Alepe, que já questionava a supressão dos 88,7 ha de mangue e restingas entre 2007 e 2008, cujas compensações ambientais não haviam sido cumpridas pela empresa Suape, que por sucessivos anos desdenhou do Ministério Público, assinando Termos de Ajustes de Condutas (TAC´s) que não foram respeitados.

Outro empreendimento, em nome de um crescimento econômico a cada dia mais questionado, que resultou na agressão ao que ainda resta da vegetação da Mata Atlântica (somente 3,5%), foi à implantação e pavimentação do contorno rodoviário do município do Cabo de Santo Agostinho, a chamada “Via Expressa”. Dos 11,8 ha suprimidos, 2,6 ha estão localizados em áreas de preservação permanente.

Outra decisão também equivocada na área ambiental, que mostra claramente a inequívoco desprezo pelo meio ambiente e pelas pessoas, foi à opção por tornar Pernambuco um pólo de termoelétricas consumidoras de combustíveis fosseis (o vilão do aquecimento global). A tentativa de trazer para o Estado a maior (e a mais poluente) termelétrica a óleo combustível do mundo, anunciada pomposamente, em julho de 2012, como Suape III (1.450 MW), foi rechaçada pela sociedade pernambucana. Se tal construção fosse realizada, em pleno funcionamento iria despejar, segundo cálculos preliminares, em torno de 20 mil toneladas dias de gás carbônico (CO2). Todavia, a termoelétrica Suape II (320 MW), construída para ser acionada apenas em situações de emergência, funciona diariamente. Ainda na área energética/ambiental, merece destaque o interesse do governador, agora presidenciável, pela vinda da usina nuclear, anunciada inicialmente para o município de Itacuruba, a 512 km de Recife, no sertão, às margens do Rio São Francisco. Com uma biografia dessas na área ambiental, no seu segundo mandato o ex-governador tentou colorir de verde o seu governo. Para isso cooptou seu ex-adversário, candidato do PV a governador, oferecendo-lhe a recém-criada Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Algumas ações foram possíveis, utilizando a figura pública do ex-secretario, que atuou e militou, até então, nas causas ambientais. Com o apoio intensivo da propaganda e do marketing político foi divulgado alguns projetos nesta área. Foram criadas reservas de proteção permanente “de papel”, foi lançado o projeto Suape Sustentável (que até agora não disse para que veio), dentre algumas medidas de caráter midiático. Além disso, foram abertas algumas portas para a projeção a nível nacional e internacional da figura do governador como amigo da natureza, já que a Conferencia Rio+20 se aproximava e se tinha que fazer algo pela imagem do governo na área ambiental.

De 13 a 15 de abril de 2012, aconteceu no Recife uma reunião denominada “Pernambuco no Clima” com o patrocínio do Governo Estadual, da Prefeitura do Recife e da Companhia Hidroelétrica do Rio São Francisco (CHESF). Este evento, como anunciado pelos seus organizadores, foi uma reunião preparatória do Rio-Clima (The Rio Climate Challenge), que ocorreria paralelo a Conferencia Rio +20, no Rio de Janeiro. Nesta reunião, como atestou à relação de participantes, a sociedade civil organizada ficou de fora. Marcaram presença entidades e personalidades com fortes vínculos com o governo nas três esferas, além de personalidades e cientistas nacionais e internacionais que contribuíram para avalizar o aspecto técnico do referido encontro.

Para tornar Pernambuco uma das sedes dos jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, não foram medidos esforços no comprometimento financeiro do Estado e na tomada de medidas socioambientais injustas. Segundo a Secretaria Geral da Presidência da República 1.830 desapropriações ocorreram, sendo 1.538 residências e 292 imóveis comerciais, terrenos, para as obras ligadas a Copa do Mundo de 2014. A truculência das expulsões e as irrisórias indenizações caracterizaram este triste e inesquecível episodio imposto pelo governo do Estado. Somente a construção da Arena Pernambuco e da Cidade da Copa resultou no desmatamento de uma área considerável do fragmento da Mata Atlântica no município de São Lourenço da Mata, situado a 20 km de Recife. O projeto previsto da Cidade da Copa (não executado) abrangeu uma área de 239 ha para construção de todos os equipamentos (prédios residenciais e um hospital). A Arena, única construção existente no local, ocupou cerca de 40 ha desse total.

Hoje a situação não mudou. O que era já planejado na época se concretizou com o lançamento do ex-governador como candidato a presidente. A ex-senadora e ex-ministra do meio ambiente do presidente Lula foi incorporada na chapa que disputará as eleições de outubro próximo. Algo de um pragmatismo exemplar na política brasileira diante das diferenças abismais entre os pensamentos e as ações de ambos em suas respectivas vidas públicas. Mas a politicagem brasileira sempre nos reserva surpresas.

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade segue não mãos do partido Verde. E este tem demonstrado o quanto é utilizado, dirigindo uma secretaria de quinto escalão. Problemas ambientais gravíssimos existem em todas as regiões do Estado, e a SEMAS segue o seu caminho.

Apesar das recentes promessas, que não são poucas, a chapa da “nova política” , como se denominam seus integrantes, não é confiável na área ambiental. Mais recentemente demonstrou total desrespeito a inteligência alheia, quando no dia mundial do meio ambiente (5 de junho) a população foi convocada, pelo agora defensor da natureza, o ex-governador pernambucano, a se manifestar através das redes sociais contra o “retrocesso ambiental” do governo federal. A convocação tinha sentido, mas não tinha quem a convocou.

Heitor Scalambrini Costa
Professor da Universidade Federal de Pernambuco



Prefeitura de Assú selecionará alfabetizadores para o Brasil Alfabetizado



A Prefeitura do Assú, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, inicia na próxima semana o processo seletivo de alfabetizadores que irão atuar como bolsistas voluntários do Ministério da educação no Programa Brasil Alfabetizado. As inscrições para participar do processo são gratuitas e acontecerão no período de 28 de Julho á 01 de Agosto, das 8h, ás 12h, na sede da Secretaria de Educação e Cultura de Assú, localizada na rua Bernardo Vieira, nº 22, no centro da cidade.

Para participar da seleção, o candidato deverá preencher a ficha de inscrições, e entregar os seguintes documentos: uma cópia do RG, uma cópia do CPF, um comprovante de declaração escolar, um comprovante de residência atualizado, currículo comprovado através de cópia de certificados de cursos e documentos que confirmem experiências como voluntário na alfabetização de jovens e adultos, como também, o candidato deverá responder a uma entrevista escrita sobre o Programa Brasil Alfabetizado.

“O processo de seleção atenderá duas fases (logo no ato da inscrição). A primeira fase será a análise de requisito obrigatório (fase eliminatória), a segunda fase será a análise do perfil e experiência do candidato e entrevista escrita (fase classificatória)”, explicou a secretária de Educação e Cultura de Assú, Sandra Regina Alves.

A divulgação do resultado final da seleção está prevista para os próximos dias 19 e 21 de agosto. “Após a divulgação dos aprovados, os mesmos deverão comparecer a Secretaria Municipal de Educação e Cultura para a participarem de uma reunião com a equipe gestora do programa”, ressaltou a secretária de Educação.

Brasil Alfabetizado
O programa é uma iniciativa do Ministério da Educação em parceria com os Governos Estaduais e Municipais que tem o objetivo de erradicar o analfabetismo nos bairros periféricos, da zona urbana, e nas comunidades rurais e assentamentos do país.

Em Assú, o programa irá funcionar com 35 turmas de alfabetizandos distribuídas na seguinte forma: 15 turmas na zona urbana e 20 turmas na zona rural.

“Inseridos no Programa Brasil Alfabetizado os alfabetizadores atuarão nas turmas de alfabetização com uma carga horária de 10 horas semanais, sendo  trabalhadas duas horas por dia, com 40 horas de formação inicial e 64 horas de formação continuada. Sendo uma política educacional o Programa terá a duração de 08 meses no município. Um dos critérios do programa é o de que os alfabetizadores selecionados não poderão ser do quadro efetivo da Secretaria Municipal de Educação, já que atuarão como voluntários com uma bolsa no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais), pagas exclusivamente pelo Ministério da Educação e Secretaria de Educação Continuada Alfabetização, Diversidade e Inclusão – SECADI”, finalizou a secretária de Educação de Assú, Sandra Regina.

SEACOM/Assessoria de Imprensa - PMA

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Primo do goleiro Bruno revela local onde está enterrado cadáver de Eliza Samúdio


  • Bruno durante seu julgamento
    Estadão Conteúdo - Bruno durante seu julgamento
Em entrevista ao programa de Haroldo de Andrade na Rádio Tupi do Rio de Janeiro, Jorge Rosa Sales, de 21 anos, primo do goleiro Bruno Fernandes, revelou o local onde foi enterrado o corpo da ex-amante do atleta, Eliza Samudio, em crime que aconteceu em 2010. De acordo com Jorge, o cadáver foi enterrado nas proximidades do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na grande Belo Horizonte.

"Ela foi assassinada e enrolada em um lençol e colocada dentro de um saco plástico preto e enterrada em um buraco bem fundo escavado com trator em uma chácarazinha perto do aeroporto de Belo Horizonte. Eu sei chegar ao local. Eu sei ir certo porque observo bastante. Tem um pé de coqueiro, só tem esse coqueiro lá dentro. É um pé de coqueiro grande. Mesmo se não tiver esse pé, eu sei onde está. Assim que você entra nesse sitiozinho, a cova está no meio do terreno", afirmou Jorge em entrevista ao programa de rádio.


Na época do crime Jorge era menor de idade e, por isso, foi condenado e cumpriu medida socioeducativa em Minas Gerais. Solto em 2012, ele afirma que o corpo foi levado até o local em uma EcoSport e que participou do momento jogando terra na cova. O goleiro Bruno foi condenado a 22 anos de reclusão como mandante do assassinato.

Fonte: Yahoo Notícias

Ministério da Saúde prorroga prazo para recadastramento do cartão do SUS


Com o objetivo de consolidar o novo Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica (Sisab), buscando a melhora da qualidade da informação da Saúde e o seu uso pelos gestores, profissionais de Saúde e cidadãos, o Ministério da Saúde convocou todos os municípios para realizar o recadastramento do cartão do SUS.
No entanto, o prazo para o recadastramento que seria até o mês de agosto foi prorrogado por tempo indeterminado. Assim, a secretaria municipal de Saúde do Assú comunica a toda população que, neste momento, não precisa pressa uma vez que o recadastramento continuará sendo realizado pelos próximos meses.
A atualização cadastral do cartão do SUS faz parte do processo de informatização, o e-SUS, do Ministério da Saúde em todos os municípios. O cartão é exigido para qualquer tipo de atendimento pelo SUS e a atualização visa facilitar o acesso à rede com a implantação de um Sistema Único de Saúde Eletrônico. Por meio do cartão é possível verificar todas as informações do paciente.
Para o recadastramento, que foi prorrogado por tempo indeterminado, é necessário que o usuário do SUS apresente o documento de identidade, CPF e comprovante de residência. No caso das crianças, é preciso levar também a Certidão de Nascimento.

TCU inocenta Dilma, mas responsabiliza diretores executivos


Brasília (ABr) - O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou ontem o relatório do ministro José Jorge, relator do processo que investiga irregularidades na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), pela Petrobras. O ministro determinou a devolução de US$ 792,3 milhões aos cofres da Petrobras pelos prejuízos causados ao patrimônio da empresa. O relatório isenta de responsabilidade os membros do Conselho de Administração da empresa, que na época era presidido pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff.            Assessoria Petrobras
TCU pediu indisponibilidade de bens de José Sérgio Gabrielli
TCU pediu indisponibilidade de bens de José Sérgio Gabrielli

O maior montante, de US$ 580,4 milhões, deverá ser devolvido por membros da diretoria executiva da Petrobras, que aprovaram a ata de compra da refinaria, entre eles o ex-presidente da estatal José Sérgio Gabrielli, além de Nestor Cerveró, Almir Barbassa, Paulo Roberto Costa, Guilherme Estrella, Renato Duque, Ildo Sauer e Luís Carlos Moreira da Silva. Eles terão prazo de 15 dias para apresentar defesa.

 Todos os citados terão os bens indisponíveis por um ano para garantir o ressarcimento dos prejuízos. O processo será convertido em tomada de contas especial, para permitir a apuração dos danos e a responsabilização dos agentes, além do direito ao contraditório e à ampla defesa. Depois dessa etapa, será feito um novo relatório, que pode mudar valores e até os citados no processo.

Segundo José Jorge, há “robustos indícios da prática de atos que impuseram prejuízos à Petrobras”, que corresponde a US$ 580,4 milhões. Para ele, os membros da diretoria executiva da Petrobras podem ser responsabilizados pelo prejuízo, porque cabia a eles a gestão do processo de compra, desde a negociação inicial até a confecção dos contratos. “O conhecimento que detinham ou deveriam deter sobre as operações impunha a eles o dever de se contrapor à aquisição daquela refinaria, nas condições que se deu”.

O ministro não determinou, no entanto, a necessidade de ouvir os membros do Conselho de Administração da empresa, que, para ele, estão em situação diferente, porque autorizaram o negócio com base em documento, que omitiu informações e cláusulas, além de conter dados incorretos. “Daí, resulta a conclusão preliminar de que a formatação do negócio que constaria dos respectivos contratos era, em relação aos aspectos essenciais, distinta daquela que foi apresentada ao Conselho de Administração”, disse José Jorge.

“Achamos que devemos nos concentrar na punição dos membros da diretoria executiva, mas dependendo do que eles disserem pode ser que se verifique a necessidade de também ouvir membros do Conselho de Administração”, acrescentou o relator.

Em 2006, a Petrobras comprou 50% da Refinaria de Pasadena, por US$ 360 milhões. Por causa das cláusulas do contrato, a estatal foi obrigada a comprar toda a unidade, o que resultou em um gasto total de US$ 1,18 bilhão. A compra foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração da Petrobras.

Fonte: Tribuna do Norte


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Ariano Suassuna morre aos 87 anos em Recife


O escritor Ariano Suassuna morreu no fim da tarde desta quarta-feira (23) em Recife. Em estava em coma após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e passar por uma cirurgia de emergência. De acordo com o Diário de Pernambuco, o protocolo para confirmar a morte cerebral de Ariano foi aberto durante a manhã e a morte foi confirmada pela equipe médica às 17h40.

Suassuna passou mal em casa, na noite de segunda-feira (21), e foi levado ao hospital por volta das 20h, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Às 23h, terminou a cirurgia de emergência para a colocação de dois drenos, com o objetivo de controlar a pressão intracraniana provocada pelo AVC. Desde então, o escritor estava internado na UTI Neurológica, sem previsão de alta.

No ano passado, o escritor sofreu um infarto, e dois dias depois de receber alta, deu entrada novamente no hospital por causa de um aneurisma cerebral.                     
Júnior Santos
Entre suas obras estão "O auto da compadecida", o "Santo e a Porca" "O Romance d'A Pedra do Reino"
Entre suas obras estão "O auto da compadecida", o "Santo e a Porca" "O Romance d'A Pedra do Reino"

Na última sexta-feira (18), Ariano Suassuna participou de uma aula-espetáculo, no Festival de Inverno de Garanhuns, no agreste pernambucano. Ele estava confirmado para participar de uma mesa sobre o romance no contexto contemporâneo na 5ª edição do Festival Literário da Pipa (Flipipa) que acontece entre 7 e 9 de agosto.

Vida
Ariano Vilar Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927 na cidade de Nossa Senhora das Neves, atual João Pessoa, e se tornou imortal da Academia Brasileira de Letras em 1990. O escritor chegou a exercer a profissão de advogado durante alguns anos, antes de render à paixão por escrever e retratar o Sertão e o Nordeste brasileiro.

A influência parterna teve papel fundamental na formação de Ariano Suassuna. O próprio escritor afirmava que fora através da biblioteca de João Suassuna que tomou o gosto pela leitura, com acesso às obras de Júlio Ribeiro, Eça de Queiroz, Aluízio Azevedo, Machado de Assis e, além deles, Leonardo Mota, a quem se referia como "o Câmara Cascudo do Ceará". Um dos maiores sucessos de Ariano Suassuna, O Auto da Compadecida, foi escrito com base em três folhetos de cordel de Mota. Sua primeira peça, no entanto, foi “Uma Mulher Vestida de Sol”, escrita em 1947, quando cursava Direito em Pernambuco.

Suassuna se formou em 1950 e chegou a exercer a profissão de advogado durante seis anos, tempo onde também escreveu peças como Torturas de um Coração (1951), o Castigo da Soberba (1953), O Rico Avarento (1954) e o Auto da Compadecida (1955), peça que o projetou em todo o país.

Em 1959, em companhia de Hermilo Borba Filho, fundou o Teatro Popular do Nordeste, que montou em seguida a “Farsa da Boa Preguiça” e “A Caseira e a Catarina”. Porém, no início dos anos 60, interrompeu a carreira de dramaturgo para se dedicar às aulas de Estética na Universidade Federal de Pernambuco, onde era professor desde 1956. Aos poucos, voltou a conciliar os trabalhos e permaneceu na UFPE até até 1994, quando se aposentou.

Entre as principais obras da carreira de Ariano Suassuna estão “O Santo e a Porca”, “O Auto da Compadecida”, “O Castigo da Soberba”, “Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta" e "História d’O Rei Degolado nas Caatingas do Sertão / Ao Sol da Onça Caetana".

Ligação com o RN
Ariano Suassuna tinha uma forte ligação com o Rio Grande do Norte. Admirador da obra de Câmara Cascudo e dos versos de Fabião das Queimadas, o dramaturgo já conhecia o Rio Grande do Norte desde a infância. O avô paterno, Alexandrino Suassuna, era natural de Martins, no Alto Oeste potiguar, e a mãe tinha parentes em Carnaúba dos Dantas.No Rio Grande do Norte, Ariano Suassuna recebeu da UFRN o título de Doutor Honoris Causa em 2000, além dos títulos de Cidadão Norte-Riograndense (2008) na Assembleia Legislativa e Cidadão Natalense (2007), na Câmara Municipal do Natal. Ao receber dos vereadores, inclusive, falou sobre o carinho que tem por Natal.

"Foi em Natal onde avistei pela primeira vez o zeppelin. Natal para mim é como Recife. Recife é a porta azul e verde do mar e castanha e vermelha do sertão. Este título é a oficialização do carinho com que sou tratado quando venho a esta cidade", afirmou, em 2007.

Ao receber o título em Natal, Ariano Suassuna lembrou, emocionado, da amizade com o escritor potiguar Oswaldo Lamartine, morto poucos meses antes de Suassuna receber o título na Câmara Municipal. “Quando fomos perseguidos, fui abrigado pelas famílias do governador Juvenal Lamartine e do desembargador Silvino Bezerra. Quero concluir agradecendo o titulo de cidadão natalense na pessoa de alguém que sei que está aqui: Oswaldo Lamartine", disse.


Fonte: Tribuna do Norte

Acidente durante pouso de avião deixa mortos em Taiwan


Um avião da companhia aérea TransAsia caiu nesta quarta-feira (23), no arquipélago de Penghu, em Taiwan, deixando dezenas de mortos.

De acordo com a agência taiwanesa Focus Taiwan, 58 pessoas estavam a bordo - 54 passageiros e quatro tripulantes.

O ministro dos Transportes de Taiwan, Yeh Kuang-shih, disse que 47 pessoas morreram. Os 11 sobreviventes tiveram ferimentos diversos e foram socorridos.

De acordo com a Focus Taiwan, o avião tentou pousar uma primeira vez no aeroporto de Magong, em Penghu, às 19h06 locais (6h06 de Brasília). O tempo estava ruim. A torre de controle perdeu contato com a aeronave enquanto ela tentava pousar pela segunda vez, de maneira forçada. O acidente aconteceu em seguida, segundo o diretor-geral da Administração Aeronáutica Civil de Taiwan, Jean Shen.

Inicialmente, chegou a ser informado que o acidente aconteceu em um pouso de emergência.

Ainda segundo a mesma fonte, o avião, um ATR 72, decolou às 17h43 do aeroporto de Kaohsiung, no sul de Taiwan. A aeronave tinha 14 anos. O voo era o GE222.

O Departamento de Bombeiros  de Penghu  disse que a aeronave tentava pousar em meio a condições adversas do tempo quando bateu em uma segunda tentativa e pegou fogo. Moradores locais disseram ter ouvido o barulho de explosões.

O Conselho de Segurança da Aviação local convocou uma reunião de emergência para descobrir as causas do acidente. Taiwan foi atingida pelo tufão Matmo nesta quarta, causando fortes chuvas e ventos.
























Jornalistas locais aguardam em frente a balcão da TransAsia no aeroporto de Sungshan, em Taipei, nesta quarta-feira (23), após um acidente com um avião da companhia que deixou dezenas de mortos (Foto: Sam Yeh/AFP)Jornalistas locais aguardam em frente a balcão da TransAsia no aeroporto de Sungshan, em Taipei, nesta quarta-feira (23), após um acidente com um avião da companhia que deixou dezenas de mortos (Foto: Sam Yeh/AFP)
Fonte: G1

terça-feira, 22 de julho de 2014

Quadro clínico de Ariano Suassuna piora e situação é instável, diz boletim


Boletim médico divulgado na noite desta terça-feira (22) informa que houve um agravamento do quadro clínico do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna, 87 anos, internado no Hospital Português, no Recife, desde a última segunda-feira (21). Segundo a nota, "a situação é instável, com queda da pressão arterial e pressão intracraniana muito elevada". Ele permanece internado na UTI neurológica, em coma e respirando com ajuda de aparelhos. O boletim divulgado às 20h é assinado pela neurocirurgiã Feliciana Castelo Branco.

Ainda na noite da segunda, o escritor passou por uma cirurgia para a colocação de dois drenos, na tentativa de controlar a pressão intracraniana. Suassuna sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Não há previsão de alta.

No ano passado, Ariano Suassuna foi internado duas vezes. Na primeira ocorrência, em 21 de agosto, sentiu-se mal em casa e precisou ser hospitalizado. Ele sofreu um infarto agudo do miocárdio de pequenas proporções, de acordo com os médicos, e ficou internado na unidade coronária, mas depois foi transferido para um apartamento no hospital. Recebeu alta após seis dias de internamento, com recomendação de repouso em casa e nenhuma visita.

Dias depois, foi levado ao hospital novamente - dessa vez, foi detectado um aneurisma cerebral. O escritor passou por um procedimento chamado arteriografia, capaz de tratar o aneurisma, saiu da UTI e foi levado para um apartamento do hospital, de onde recebeu alta seis dias depois da internação, no dia 4 de setembro.

Autor de "O auto da compadecida", entre diversas outras obras, Ariano Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927, em João Pessoa, e cresceu no Sertão paraibano. Mudou-se com a família para o Recife em 1942. Sua primeira peça, "Uma mulher vestida de sol", ganhou o prêmio Nicolau Carlos Magno em 1948.

Tem contos e livros adaptados para a televisão e para o cinema. "O auto da compadecida" foi adaptado para a televisão em 1999, por Guel Arraes, enquanto "Romance d'a pedra do reino" e "O príncipe do sangue do vai-e-volta" deram origem à minissérie "A pedra do reino", com direção de Luiz Fernando Carvalho, exibida na Rede Globo em 2007.

Fonte: G1


Revitalização do Cine Teatro Pedro Amorim em Assú completa 1 ano


No próximo final de semana (25 e 26), a classe artística e toda a população da cidade de Assú terão motivos para celebrar. É que durante esses dias, o Cine Teatro Pedro Amorim estará comemorando  seu 1º ano de total revitalização.

Neste primeiro ano o Cine Teatro recebeu um público aproximado de 12.000 pessoas em mais de 80 eventos realizados. Entre eles: espetáculos musicais, teatrais, infantis, humorísticos, sessões de cinema, lançamentos de livros, exposições fotográficas e de artes plásticas.

A programação de aniversário iniciará sexta-feira (25), às 09h, com a exposição “Sertão Encantado”, do artista plástico Wagner Oliveira. “No período da tarde, às 16h, teremos a apresentação da peça infantil “Será que tem Bruxas roubando as nossas infâncias?”, com o grupo de teatro do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, aqui de Assú. Às 19:30h, teremos a apresentação da Orquestra de Violinos Infantil, do município de Guamaré e a Orquestra Filarmônica Cristovam Dantas, do Centro Escolar de Arte e Cultura de Assú”, explicou o coordenador Cultural do Cine Teatro, Renato Mark Wanderley.

No sábado (26), a programação alusiva ao aniversário do Cine Teatro continua com a exposição “Sertão Encantado” e a apresentação do Quinteto Varzeano, da cidade de Assú, no período da manhã.

Às 16h, o grupo de teatro do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos sobe ao palco para mais uma apresentação da obra “Será que tem Bruxas roubando as nossas infâncias?”

Casa do artista
A programação do sábado continua às 19h30, com a apresentação do espetáculo “Boi de Reis”, do grupo parafoclórico Boi de Reis Sete Estrelas, da cidade de São José de Campestre. “A programação terminará com a Orquestra de Sanfonas do Assú”, informou Renato Wanderley.

Ainda de acordo com o coordenador do Cine Teatro, a casa de espetáculos é o verdadeiro lar do artista assuense. “O Pedro Amorim é o local de confluência desses nobres fazedores de arte. Aqui eles terão sempre vez e voz. O número de peças, exposições, shows musicais e todas as formas de arte que passaram por aqui ao longo do ano mostram esse vigor. Agora é acreditar e trabalhar para fazermos mais 1, 2, 50 anos de boa estrada”, finalizou Renato Wanderley.

Restauração
A inauguração da revitalização do Cine Teatro Pedro Amorim ocorreu em 18 de julho de 2013. Antes da restauração, após permanecer aproximadamente 30 anos fechado, o local estava literalmente em ruínas.  A obra, realizada pela Prefeitura do Assú, em parceria com a Petrobras e o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da Lei Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura recebeu o investimento de 1 milhão 411 mil reais.

SEACOM/Assessoria de Imprensa - PMA